Tag: Mutirão


Mutirão de saúde da visão supera 800 procedimentos em Balsas

O mutirão de saúde da visão realizado neste sábado, 1 de dezembro, superou a marca de 800 procedimentos médicos e foi promovido pela Câmara Municipal de Vereadores, sob a coordenação do vereador Prof. Nelson Ferreira, em parceria com a ONG Associação Social de Prevenção Ocular (ASSPO).

Ação teve início com a triagem realizada nos dias 21 e 22 de novembro.No sábado (01), aconteceram novas triagens e o atendimento médico com 4 oftalmologistas das 9h da manhã às 21h da noite. Foram realizadas consultas, exames de pressão do olho, exames da acuidade visual (prescrição do grau de cada lente) para fazer uma correção de vista através do uso de óculos, bem como receituário do grau e de colírios/lubrificantes em todos os atendimentos.

O oftalmologista Antônio José Cavalcante ressaltou os benefícios de uma ação como essa para as pessoas que não podem pagar um tratamento particular ou que não dispõem de um plano de saúde. “O SUS não oferece tratamento da visão em várias regiões. No mutirão, o paciente faz uma consulta e sai com o diagnóstico e encaminhamento correto. Nesse mutirão, foram detectados várias patologias em crianças, jovens, adultos e idosos, como: glaucoma, cataratas, tumores, pterígio e outras. Para os casos identificados foram feitos os encaminhamentos de tratamento para: mapeamento de retina, retinopatia diabética, tratamento com a fotocoagulação (realizado com raio lazer). Se houver um mutirão pelo ao menos uma vez por ano, com certeza diminuiria muito algumas patologias que são reversíveis, evitando muitos casos de cegueira”.

Karine Tallita, coordenadora da ASSPO, destacou que cerca de 80% dos casos são apenas correção através do uso de lentes (uso de óculos) fornecidos aos pacientes a preços que variaram de R$ 250 a 650. “Atendemos também muitas pessoas carentes com doações de óculos; garantimos um preço de até 70% mais barato que nas redes de óticas tradicionais, para que o paciente tenha condições de adquirir seu óculos. Também disponibilizamos o receituário para que o paciente possa adquirir seu óculos no lugar de sua preferência”.

Vereador Prof. Nelson fazendo a medição de pressão nos olhos

O vereador Professor Nelson Ferreira (PROS), coordenador da parceria, destacou o sucesso que foi o mutirão. “Foi um movimento que mobilizou muita gente da cidade e do sertão. No período da triagem todos os vereadores se empenharem, foram as suas bases, trouxeram as pessoas. O presidente da Câmara, vereador Moisés Coelho, disponibilizou toda a estrutura da casa para a realização do mutirão. Todas as pessoas que compareceram foram atendidos, também foram encaminhados cerca de 70 casos para procedimentos cirúrgicos”. Sobre os encaminhamentos para cirurgias, disse: “o SUS não tem esse procedimento de maneira permanente e vamos buscar junto a Secretária Municipal de Saúde trazer um mutirão para atender esses pacientes. O secretário, Dr. Luís Flávio, é uma pessoa muito comprometida com as questões da saúde; ele parte pra cima em busca da resolução dos problemas. Acredito que, em uma conversa, com ele e com o prefeito Dr. Erik Augusto teremos êxito e todas as pessoas encaminhadas serão atendidas a contento”.

O vereador Prof. Nelson e os demais vereadores agradeceram ao Flávio BGN da cidade de São João dos Patos, idealizador do mutirão. Também agradeceu a todos que contribuíram com essa ação que veio beneficiar os balsenses e pessoas de municípios vizinhos. “Agradecimentos aos funcionários da Câmara, ao presidente Moisés Coelho, aos assessores que vestiram a camisa, que vieram de forma voluntária, que trabalharam até tantas horas da noite. Agradecemos a ASSPO que, através de toda equipe, dispensou um tratamento muito humanizado para a nossa população, deixando as pessoas satisfeitas e o nosso desejo é que possamos oferecer outros mutirões como esse nos próximos anos e ajudar as pessoas que precisam. E, para isso, vamos manter contato com a ASSPO e com as autoridades”, finalizou.

 

 

 


Mutirão de saúde da visão supera 800 procedimentos em Balsas

O mutirão de saúde da visão realizado neste sábado, 1 de dezembro, superou a marca de 800 procedimentos médicos e foi promovido pela Câmara Municipal de Vereadores, sob a coordenação do vereador Prof. Nelson Ferreira, em parceria com a ONG Associação Social de Prevenção Ocular (ASSPO).

Ação teve início com a triagem realizada nos dias 21 e 22 de novembro.No sábado (01), aconteceram novas triagens e o atendimento médico com 4 oftalmologistas das 9h da manhã às 21h da noite. Foram realizadas consultas, exames de pressão do olhoexames da acuidade visual (prescrição do grau de cada lente) para fazer uma correção de vista através do uso de óculos, bem como receituário do grau e de colírios/lubrificantes em todos os atendimentos.

O oftalmologista Antônio José Cavalcante ressaltou os benefícios de uma ação como essa para as pessoas que não podem pagar um tratamento particular ou que não dispõem de um plano de saúde. “O SUS não oferece tratamento da visão em várias regiões. No mutirão, o paciente faz uma consulta e sai com o diagnóstico e encaminhamento correto. Nesse mutirão, foram detectados várias patologias em crianças, jovens, adultos e idosos, como: glaucoma, cataratas, tumores, pterígio e outras. Para os casos identificados foram feitos os encaminhamentos de tratamento para: mapeamento de retina, retinopatia diabética, tratamento com a fotocoagulação (realizado com raio lazer)Se houver um mutirão pelo ao menos uma vez por ano, com certeza diminuiria muito algumas patologias que são reversíveis, evitando muitos casos de cegueira”.

Karine Tallita, coordenadora da ASSPO, destacou que cerca de 80% dos casos são apenas correção através do uso de lentes (uso de óculos) fornecidos aos pacientes a preços que variaram de R$ 250 a 650. “Atendemos também muitas pessoas carentes com doações de óculos; garantimos um preço de até 70% mais barato que nas redes de óticas tradicionais, para que o paciente tenha condições de adquirir seu óculos. Também disponibilizamos o receituário para que o paciente possa adquirir seu óculos no lugar de sua preferência”.

O vereador Professor Nelson Ferreira (PROS), coordenador da parceria, destacou o sucesso que foi o mutirão. “Foi um movimento que mobilizou muita gente da cidade e do sertão. No período da triagem todos os vereadores se empenharem, foram as suas bases, trouxeram as pessoas. O presidente da Câmara, vereador Moisés Coelho, disponibilizou toda a estrutura da casa para a realização do mutirão. Todas as pessoas que compareceram foram atendidos, também foram encaminhados cerca de 70 casos para procedimentos cirúrgicos”. Sobre os encaminhamentos para cirurgias, disse: “o SUS não tem esse procedimento de maneira permanente e vamos buscar junto a Secretária Municipal de Saúde trazer um mutirão para atender esses pacientes. O secretário, Dr. Luís Flávio, é uma pessoa muito comprometida com as questões da saúde; ele parte pra cima em busca da resolução dos problemas. Acredito que, em uma conversa, com ele e com o prefeito Dr. Erik Augusto teremos êxito e todas as pessoas encaminhadas serão atendidas a contento”.

O vereador Nelson agradeceu a todos que contribuíram com essa ação que veio beneficiar os balsenses e pessoas de municípios vizinhos. “Agradecimentos aos funcionários da Câmara, ao presidente Moisés Coelho, aos assessores que vestiram a camisa, que vieram de forma voluntária, que trabalharam até tantas horas da noite. Agradecemos a ASSPO que, através de toda equipe, dispensou um tratamento muito humanizado para a nossa população, deixando as pessoas satisfeitas e o nosso desejo é que possamos oferecer outros mutirões como esse nos próximos anos e ajudar as pessoas que precisam. E, para isso, vamos manter contato com a ASSPO e com as autoridades”, finalizou.


Centenas de pessoas comparecem a triagem do mutirão da oftalmologia, em Balsas

Centenas de pessoas compareceram, nesta quarta-feira (21), ao primeiro dia de atendimento para cadastro e triagem de pacientes para o mutirão de oftalmologia promovido pela Câmara Municipal de Vereadores em parceria com Organização Não Governamental (ONG) Associação Social de Prevenção Ocular (ASSPO).

Responsável pela parceria e organização do mutirão, o vereador Prof. Nelson Ferreira disse está feliz por ver a credibilidade da população. “Iremos fazer todo o possível para atender da melhor forma a todos que comparecerem. Não podemos permitir é que as pessoas fiquem sem atendimento. A Câmara está envolvida; o presidente Moisés Coelho colocou toda a estrutura da casa para atender da melhor forma. Não temos limite de atendimentos; ao encerrar o segundo dia de triagem, se tiver pessoas para serem atendidas, vamos atender”.

Jose Russo e Lovaine Rosa receberam as duas primeiras senhas

Jose Gonçalves de Oliveira, “José Russo”, 53 anos, residente no povoado Pendanga, pegou senha n°1 ao chegou às 3 horas da manhã. Ele, que tem pterígio, vai fazer consultar de vista pela primeira vez. “A visão está embaçando e a carne crescendo no olho. Eu não tenho como pagar uma consulta e cirurgia. Então, a Câmara está dando esta oportunidade para nós que precisamos”, disse.

Lovaine Rosa, 66 anos, que recebeu a senha nº 2, está com óculos vencido há cerca de 4 anos. “Tenho catarata nos olhos e enxergo pouco; já sinto dores, coceiras nas vista e a pouca condição não me permite fazer uma consulta nem comprar os óculos”.

Valdemar Soares dos Santos, 71 anos,

Morador do Residencial Veneza 1, Valdemar Soares dos Santos, 71 anos, pegou a senha nº 3. “Fiz uma consulta e o doutor cobrou R$ 4 mil para operar a minha vista; recebo salário mínimo e não tenho como pagar. Estou sendo bem atendido. Quero fazer a consulta e cirurgia que vai melhorar a minha vista”.

O vereador Moisés Coelho, presidente da Câmara Municipal, agradeceu o envolvimento dos vereadores no mutirão e lembrou que, durante todo o mandato, vêm realizando um trabalho intenso, visando aproximar a Câmara da população, de modo que possa acompanhar e participar das ações dos vereadores que têm ajudado muito nesse processo, como o mutirão da oftalmologia em parceria com a ONG.

Segundo Karine Thalyta, voluntária e coordenadora da ONG, na triagem é dado um pré-diagnóstico da patologia de cada paciente. É feita explicação do resultado e entrega da senha com dia e hora da consulta e/ou exames marcados. A ONG também está trabalhando uma parceria com um distribuidor que irá disponibilizar óculos a preços de fábrica com até 50% de descontos.

Paciente realizando a triagem

As consultas ocorrerão nos dias 01 e 02 de dezembro, sábado e domingo. A equipe composta por 4 oftalmologistas fará as consultas e exames de acuidade visual. O paciente consultará e poderá comprar seu óculos onde quiser. Nos casos em que o paciente precise de cirurgias, serão feitos os encaminhamentos junto a Secretaria de Saúde, para os casos de glaucoma e catarata. As pessoas que não conseguirem passar pela triagem poderão fazê-la no dia da consulta e serem


Themetf